Levy pede rapidez no ajuste fiscal e mais dinheiro para as elétricas

O ministro da Fazenda pediu rapidez na definição das medidas de ajuste fiscal no Congresso e reforçou a gravidade da situação financeira do país. Levy também descartou a redução da meta de superavit mas garantiu que a desoneração da folha ainda é importante.
(Folha)

Bancos vão socorrer as distribuidoras de energia pela terceira vez em menos de um ano. O aporte agora é de R$ 3,1 bi. O próprio ministro da Fazenda se reunião com os principais Bancos do país para explicar porque considera importante esse financiamento. Para Levy, dinheoro pode evitar o avanço ainda maior dos índices de inflação.
(Valor)

O STF deve autorizar a investigação de 45 deputados e senadores, de cinco partidos, que estariam na lista da Lava Jato. A Procuradoria Geral da República pediu 28 inquérios envolvendo 54 pessoas.
(Estadão, Globo)

PT está isolado na CPI da Petrobras. O presidente da Comissão criou quatro subrelatorias, uma das quais entregue ao PSDB. Dessa forma, enfraqueceu os trabalhos do relator, o petista Luiz Sérgio.
(Globo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s