A agência de classificação de risco Standard&Poor’s retirou o grau de investimento do Brasil. Essa classificação informa ao mercado que é, ou não, um bom pagador e determina o grau de confiança e segurança para negócios. Para a agência, a incorporação de déficit no Orçamento de 2016 reflete divergências internas sobre as medidas necessárias para equilibrar as contas e incapacidade de gestão. A notícia foi recebida com surpresa pelo governo. Para a equipe da Fazenda, o desânimo foi grande, porque, não só o Brasil demorou muito tempo para conseguir o grau, como também a recuperação da confiança não será fácil. A perda do grau de investimentos ocorre sete anos após a S&P ter colocado o Brasil no grupo dos países seguros para se investir. A agência foi a primeira a rebaixar a nota do país. A Moody’s e a Fitch não fizeram mudanças, mas analistas temem que o rebaixamento pode ocorrer. Com as mudanças, o dólar e os juros devem subir e aumentar a fuga de investidores.
(Globo, Estado, Folha)

O governo vai enviar ao Congresso um pacote de medidas com aumento de impostos e propostas de mudanlas legais para permitir corte de despesas obrigatórias. A declaração foi feita pela presidente Dilma Rousseff, em entrevista exclusiva para o Valor PRO. A presidente também assegurou que a meta para 2016 é um superávit primário de 0,7% do PIB. Sobre as divergências entre os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa, Dilma considera este um falso problema.
(Valor)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s