Segundo assessores do governo, Dilma estuda substituir o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, por um nome fora do PT. A atitude seria uma tentativa de retomar a governabilidade e diminuir o número de derrotas que o Planalto vem sofrendo no Congresso. Mercadante, que foi um dos defensores da proposta de Orçamento com déficit, deve ser transferido para outra pasta, na Esplanada.
(Folha)

Um dia após o rebaixamento da nota do Brasil pela agência Standard&poor’s, Dilma convocou reunião ministerial de emergência e pediu pressa na sugestões de cortes de gastos. Apesar da pressa, nenhuma medida concreta foi anunciada. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy , garante que, até o fim do mês, novas propostas para equilibrar as contas serão enviadas ao Congresso. Com as medidas, o governo quer evitar que outras agências sigam a S&P no rebaixamento da nota brasileira.
(Globo, Estadão)

O governo estuda criar um novo imposto sobre transações financeiras. A proposta seria semelhante à extinta CPMF. A diferença seria a implantação de um sistema de alíquotas descrescentes ano a ano, até chegar a zero.
(Valor)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s