VETADO

Michel Temer vetou as mudanças do projeto de renegociação das dívidas dos estados. O projeto já tinha sido aprovado no Senado.

MUDANÇAS

Quando passou pelo Senado, as contrapartidas dos estados para participar do Regime de Recuperação Fiscal foram retiradas.

E AGORA

Com os vetos, o programa que passa valer é o aprovado na Câmara, em agosto. Nele, os estados que quiserem aderir devem atrelar o limite de crescimento de despesas à inflação do ano anterior. A restrição deve durar dois anos. Mesmo assim, o governo pretende apresentar um novo texto, com mais contrapartidas, já em fevereiro.

ENQUANTO ISSO

Metade dos prefeitos eleitos assumem o cargo no próximo domingo com falta de recursos em caixa. No total, 47% dos prefeitos deixarão ‘restos à pagar’ aos seus sucessores. Já está certo que 15% das prefeituras do país vão atrasar a folha de pagamento de janeiro.


POST SCRIPTUM

Rio de Janeiro de prepara para a festa da virada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s